NOTÍCIAS

CHINA ULTRAPASSA EUA EM DENSIDADE DE ROBÔS

O investimento maciço da China em robótica industrial colocou o país no topo do ranking de densidade de robôs, superando os Estados Unidos pela primeira vez, de acordo com um relatório da Federação Internacional de Robótica.

O número de robôs industriais operacionais em relação ao número de trabalhadores atingiu 322 unidades por 10.000 funcionários na indústria de manufatura. Hoje, a China ocupa o quinto lugar.

Os 5 países mais automatizados do mundo na manufatura 2021 são: Coreia do Sul, Cingapura, Japão, Alemanha e China.

Marina Bill, presidente da Federação Internacional de Robótica, diz: “A densidade de robôs é um indicador-chave da adoção da automação na indústria de manufatura em todo o mundo.

“A nova média de densidade global de robôs na indústria de manufatura subiu para 141 robôs por 10.000 funcionários – mais do que o dobro do número de seis anos atrás. O rápido crescimento da China mostra o poder de seu investimento até agora, mas ainda tem muitas oportunidades de automatizar.”

Densidade do robô por região
Impulsionada pelo alto volume de instalações de robôs nos últimos anos, a densidade média de robôs da Ásia aumentou em 18% a taxa de crescimento anual composta (CAGR) desde 2016, para 156 unidades por 10.000 funcionários em 2021.

A densidade de robôs europeus vinha crescendo 8% de taxa de crescimento anual composta no mesmo período de tempo, atingindo 129 unidades. Nas Américas, foram 117 robôs – mais 8% (CAGR).

Principais países
A República da Coreia atingiu um recorde histórico de 1.000 robôs industriais por 10.000 funcionários em 2021. Isso é mais de três vezes o número alcançado na China e torna o país o número um do mundo.

Com sua indústria eletrônica mundialmente reconhecida e um setor automotivo distinto, a economia coreana lucra com duas grandes indústrias de clientes para robôs industriais.

Cingapura ocupa o segundo lugar com uma taxa de 670 robôs por 10.000 funcionários em 2021. A densidade de robôs de Cingapura vinha crescendo 24% em média a cada ano desde 2016.

Há uma lacuna notável para o Japão (399 robôs por 10.000 funcionários), que ocupa o terceiro lugar. A densidade de robôs do Japão cresceu 6% em média a cada ano desde 2016. A Alemanha em quarto lugar (397 unidades) é o maior mercado de robôs da Europa.

A China é, de longe, o mercado de robôs que mais cresce no mundo. O país tem o maior número de instalações anuais e, desde 2016, tem cada ano o maior estoque operacional de robôs.

Estados Unidos
A densidade de robôs nos Estados Unidos subiu de 255 unidades em 2020 para 274 unidades em 2021. O país ocupa o nono lugar no mundo, abaixo de Taiwan (276 unidades) e Hong Kong (304 unidades) e Suécia (321 unidades).

Sobre o Autor

REDAÇÃO GA

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário