NOTÍCIAS

QUANTA ENERGIA É NECESSÁRIA PARA O ABASTECIMENTO DE CARROS ELÉTRICOS?

A chegada dos carros elétricos tem movimentado consideravelmente o mercado de mobilidade, mas várias são as adversidades que ainda impedem um crescimento mais promissor do segmento, como o déficit de infraestrutura, por exemplo.

Tendo em vista este cenário, preparamos um conteúdo especial para mostrar um comparativo do consumo de energia elétrica necessário para o abastecimento de carros elétricos e como é possível driblar esse desafio. Confira a seguir!

O crescimento do mercado de carros elétricos

Os veículos elétricos representam um passo importante para uma mobilidade mais sustentável e se enquadra em um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Para se ter uma ideia, o estudo do Conselho Internacional de Transporte Limpo (ICCT Brasil) aponta que carros elétricos podem reduzir entre 64% e 67% as emissões de gases de efeito estufa (GEE), em comparação com os veículos tradicionais que funcionam a combustão.

Quanta energia é consumida para abastecer um carro elétrico?

O consumo de energia para abastecer um veículo elétrico é alto e pode ser comparado com outros equipamentos já presentes no dia a dia da população. Enquanto um chuveiro elétrico consome cerca de 7 kWh – que representa o gasto energético de 1 hora de banho por dia, para uma família de seis pessoas – um carro elétrico consome em média 22 kWh para uma carga completa. Essa carga equivale a aproximadamente cinco horas em um carregador comum.

Dessa forma, uma carga de veículo elétrico equivale a mais de 15 dias de banho para essa mesma família. É importante ressaltar, porém, que o consumo de energia de um veículo elétrico pode variar de acordo com o modelo do veículo, a velocidade de carregamento e o tipo de carregador utilizado.

Desafios e possibilidades

Entre os desafios da popularização dos veículos elétricos está o custo inicial mais alto em comparação com os veículos a combustão. Apesar dos custos de manutenção e operação de veículos elétricos serem geralmente mais baixos, o preço de compra inicial ainda afasta os consumidores.

Além disso, destaca-se a autonomia limitada das baterias dos veículos elétricos. Embora as tecnologias de bateria estejam evoluindo rapidamente, a autonomia e a disponibilidade de infraestrutura de recarga ainda é uma preocupação comum.

Nesse sentido, o alto consumo de energia para abastecimento de carros elétricos evidencia a necessidade de disponibilizar uma infraestrutura elétrica que suporte a demanda crescente dessa modalidade de veículos de forma segura e eficaz para os usuários, além de garantir que as estações de carregamento cumpram plenamente o seu papel.

Nesse sentido, a Fluke tem oferecido ao mercado soluções capazes de apoiar técnicos dessas estações de carregamento a garantirem a eficiência necessária para manter os carros elétricos funcionando.

Em breve, a Fluke lançara uma nova ferramenta, ainda mais robusta, poderá potencializar a manutenção deste setor. Aguarde! 

Conclusão

Em meio ao impulso crescente em direção à mobilidade elétrica, a questão do consumo de energia para abastecer carros elétricos emerge como um desafio significativo. Enquanto os veículos elétricos representam um marco para uma mobilidade mais sustentável, suas exigências energéticas apresentam obstáculos a serem superados.

O comparativo entre o consumo de energia para carregar um carro elétrico e o uso diário de dispositivos como chuveiros elétricos destaca a magnitude desse consumo. No entanto, esse desafio não é insuperável. É fundamental reconhecer que, à medida que a infraestrutura de recarga evolui e se expande, e as tecnologias de bateria continuam a melhorar, os obstáculos atuais podem ser mitigados.

Investimentos em soluções inovadoras, como as oferecidas pela Fluke para garantir a eficiência das estações de carregamento, são cruciais para enfrentar esse desafio energético. Com o compromisso contínuo com o desenvolvimento sustentável e a inovação tecnológica, é possível superar esses desafios e avançar em direção a uma mobilidade elétrica mais acessível, eficiente e amigável ao meio ambiente.

Fonte: Fluke

Tags

Sobre o Autor

REDAÇÃO GA

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário